Posts Tagged ‘design’

Starbucks!

January 5, 2011

Sabe o café de todo dia que você pobre mortal não pode tomar todo dia? O starbucks? bom, apartir de março a marca muda e fica mais limpa, moderna, com a cara do futuro, rhyqueza? sim, a marca completa 40 aninhos e depois de quase 20 usando a mesma marca chegou a hora de modernizar, da uma olhadinha ai:

Gostou?

por lucas andrade

Advertisements

adoro esse video

October 22, 2010

Scientifik Familie é um curta produzido pela pattern.tv, um estudio de motion argentino que esteve no TMDG este ano, além desse video eles tem alguns outros também nessa pegada mais artistica e de projeto independente. A pattern.tv trabalha com videos publicitario em motion graphics, eles tem um trabalho bastante interessante.

scientifik familie

flower machine

entra no site dos caras e confira outras coisas bem bacanas de autoria deles

www.pattern.tv

beijos e queijos

 

Lucas!

O TMDG!

October 8, 2010

O TMDG, foi muito bacana, deixar a paulicéia para dar uma variada é sempre bom, e foi o que fiz nesse fim de semana, desci para o país de nossos hermanos para conferir o que estava rolando no TRIMARCHI DESIGN, da qual eu já falei semana passada aqui.

De tudo que rolou no evento dou destaque para o Das Pattern, studio de motion graphics argentino, Gluko & Lennon, animação argentina que está rodando o mundo em busca de prêmios e destaque e por fim o Chip Kidd que manda muito, ótimo palestrante, ótimo designer, engraçadissimo! que nos deixou com um pensamento no fim:

“Viva todos os dia da sua vida como se você estivesse morrendo de uma doença contagiosa que transforma as pessoas em zumbis famintos quando você os morde”

e depois dessa bela frase da mãe de Chip Kidd aqui vão algumas fotos do evento:

 

to gato

 

os argentinos se comunicam muito bem olha que pictograma bem feito!

 

depois posto mais! beijos e queijos!

Lucaaaas

 

 

Sugru? WTF?

January 26, 2010

Eu estava checando coisas inuteis na internet para passar o tempo e acabei achando uma materia sobre o sugru. É basicamente uma massinha de modelar que ao ser retirada do pacote endurece depois de algum tempo e vira um material de silicone resistente e fofinho. Você pode gruda-lo em qualquer superficie para fazer seu objetos ficarem mais confortaveis de se manipular ou então para fazer pequenos reparos.

Curioso? http://sugru.com/

Eu quero! Comofas?

Arthur R. N.

BB1

October 22, 2009

O bb1 é o novo conceito em mobilidade urbana da Peugeot. A marca, junto com a Citroën, é uma das fabricantes de automóveis que mais investem em tecnologia e conceitos. O novo carro vem acompanhando uma tendência de mercado que está cada vez mais forte e que, ao meu ver, é realmente interessante, justamente pelo fato de traduzir praticidade e economia para a locomoção no meio urbano. A pequena máquina é dotada de propulsores totalmente alimentados por eletricidade e é mais uma engenhosa solução sustentável que vem ao mundo. O carrinho ainda não foi lançado, é só projeto, mas se depender de toda a campanha que a marca está fazendo em torno do produto, não demora muito estaremos vendo ele estacionando na rua junto a Minicoopers, Smarts e Fiats 500.

PEUGEOT

O pequenino ganhou site e vídeo de divulgação:

Beijos,

Lucas

I heart kitsch

October 21, 2009

Eu acho legal o kitsch, sabe… Aí decidi fazer um post sobre tal assunto, mas descobri que estava com super preguicinha e, então, googlei o termo para facilitar as coisas. Achei a definição do Wikipédia super completa e bem explicativa.

Kitsch é kitsch, e pronto. A gente acha rico e super hype.

“O Kitsch é um termo de origem alemã (verkitschen) que é usado para categorizar objetos de valor estético distorcidos e/ou exagerados, que são considerados inferiores à sua cópia existente. São freqüentemente associados à predileção do gosto mediano e pela pretensão de, fazendo uso de estereótipos e chavões que não são autênticos, tomar para si valores de uma tradição cultural privilegiada. Eventualmente objetos considerados kitsch são também apelidados de cansados no Brasil, ou “pirosos” em Portugal. A produção Kitsch surge para suprir a demanda de uma classe média em ascensão, que não conseguia entender e aceitar a arte de vanguarda, com suas propostas inovadoras, mas desejava participar do “universo da arte. Esta parte da população não teve a sensibilidade artística educada e, portanto, não desenvolveu o gosto, mas queria parecer culta e apreciadora da arte, porque isto lhe conferia status social”

Lendo mais a fundo kitsch é inclusive muito mais do que isso tudo, o termo é discutido no famoso livro de Milan Kundera, “a insustentável leveza do ser”, que eu não li mas que o caio nosso coleguinha já leu e pode falar mais depois. De acordo com o livro e o wikipedia (tchyamo) “Em essência, o Kitsch seria a tentativa de exclusão de tudo o que há de inaceitável e contraditório na existência humana. Seria, portanto, a negação absoluta (literal e figurada) da merda, em suas palavras.”

Achei riquíssimo.

Olha só o kitsch, me fala se não é pra gostar?

carrossel3802376010_d7a049debc3088302726_9acf4f090b3962790619_56de07b15e

We love it!

Beijos,

Lucas.

jblyth!

April 29, 2009

Alguém já viu esse blog? Ele é interessantíssimo. O dono é um gringo chamado Justin Blyth, designer, animador e diretor de arte. Os posts dele são bastante interessantes super conceituais , com um título e abaixo disso umas mil fotos jogadas uma ao lado da outra, sempre com um tema diferente. Achei super interessante  legal e vou linkar aqui! hehehe

clica aí, mano > jblyth

uma das fotos do blog

uma das fotos do blog

Posted by: Lucas Andrade