Bora reerguer?

Então vamos!

Continuando na esteira do “tudo pode dar certo, não temos tempo a perder” (obrigado, Titãs!) eu vou começar a reescrever (no sentido de voltar a escrever) nesse blog que está largado às traças desde que Katylene surgiu no meio blogueiro e roubou a força e a luz dos outros blogueiros com seu claro apelo homossexual. Queremos dizer que, calma! Tudo bem se vc não lê Katylene, vc ainda pode ser gay. Aliás, levante essa bandeira, jovem homosexual: “Sou gay e não leio Katylene!”.  Isso sim vai chocar sua mãe. Porque lidar com bicha que fala “Alocka”, gonga a Cláldia Milk (viu, eu tb sei das coisas) e chama a Britney de Neide qualquer mãe da classe média sabe fazer, tá no protocolo. Quero ver lidar com bicha macho. Aí, fode tudo. Como lidar se seu filho gosta de academia, vai pra Disco, usa pólo da Abercrombie e, mesmo assim, curte pegar uns caras? ISSO NÃO TAVA NO MANUAL, BEBÊ! Página 45, capítulo onze, QUEDÊ? NUM TEM!

Tem o Minivaca. Poxa, a gente aqui é humilde, com um design não pratocinado pela Uol ou pela MTV, mas tb somos blogueiros de qualidade e conseguimos tirar aquele sorriso da sua cara, mesmo que seja amarelo e ocorra somente uma vez a cada semestre de posts. Ok, não vou prometer aqui que eu vou fazer o momento EGO, ficar xingando o vestido de todas as celebridades que eu queria ser, tocar numa balada miXta (mista do quê, minha gente? De gay pobre e de cafuçu?), fazer carão na Boombox. Nem posso. Tô há milhares de quilômetros de distância só sonhando quando vou poder ser tão importante na noite quanto a Katy ou a Cley. Quando chegará o dia que os famosos hostess de balada me conhecerão, o dia em que eu conseguirei entrar com consumação no Glória, o dia em que minha foto vai estar estampada na capa da IhateFlash e o dia em que eu finalmente terei dinheiro para comprar aquela jaqueta de couro sintético da Zara, colocar em cima da minha camiseta descolada do Kiss e finalmente poder roubar olhares 43 na Lions. Oh, God! Mundo cruel, ó vida, ó azar.

Enquanto isso, se vc tb se sento um oprimido no meio homo-social (neologishmo éééé tooodo néam, genteam, I DIE!), pega na nossa mão, faz o sinal da cruz, balança de um lado pro outro, dá três pulos, mija num balde, bebe uma Stellinha bem gelada, canta Jair Rodrigues e bora viver a vida sem o julgamento da maioria das bicha-carão.

Beyjas pra vc que leu (provavelmente ninguém),

Caio Blanco

3 Responses to “Bora reerguer?”

  1. sami Says:

    ainda bem que eu sou HT
    uhuuuuuuuuuuuuuuuuu

  2. César Says:

    te entendo perfeitamente caio..e ah..te pego.

  3. César Says:

    ps: acompanho o blog há meses…não sou um Who avulso qualquer..er..é q sou tímido…risos.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: