Sigam meu exemplo…

… e deixem a vida de vocês mais simples. Galerê, entrei numa vibe aceitar as energias do universo, as mudanças cósmicas, tudo isso aliado ao carpe diem e um pouco do fugere urbens, e tenho a sensação, a todo momento, de estar louco de ácido nessa vida absurda.

 

E tudo isso porque eu percebi como as coisas são fáceis, simples e lindas. Falam que o mundo é para os fortes… Pfff, que nada! O mundo, como qualquer outro tipo de atividade, segue uma instrumentalidade padrão: só você aprender as regras do jogo que pumba (!), as coisas acontecem! (Alguém reparou que eu to amando o uso indiscriminado de onomatopéias?).

 

Vamos lá: “ai, eu não tenho um emprego”. Mentira, vc não procurou direito. Qualquer um consegue, no mínimo, um emprego de garçon do Ritz ou no Outback pra pagar de muderno e descolado. “Ai, mas é sub-emprego”. Que nada, seu limdo, take the most of it. Num tem tanta gente que vai prazoropa morar um ano e ser bar man e vivem os melhores momentos da vida delas? Vc pode também, meu bem, lá ou aqui, vc decide. “Ai, mas vou deixar minha vida pra trás?”. Pára de ser bixa, sério. Que vida? Vc é CEO de alguma multinacional? Primeiro Ministro de um país desenvolvido? Gerente do Mcdonalds? Não, né? Então, face it que vida vc não tem. No máximo, tem um projeto e, acredite, se pá ele nem bom é. Então, se joga. “Queria um amor”. Primeiro, vamos deixar claro que tudo o que vc assistiu em “Diários de uma paixão”, “Idas e vindas do amor” e “Doce Novembro” é MEN TI RA! Não, George Clooney não vai se apaixonar por vc, ninguém vai te dar um presente lindo de dia dos namorados, sexo não é tão bom assim e, bem, o amor não existe, né, galera, vamos aceitar… E, na boa, não há o menor problema em butty calls, mesmo. Liga praquele seu ex zuado, que engordou três quilos e colocou aparelho e se esforça num remember com o limdo. Se ele namorar, então, melhor ainda. Vc terá a arma perfeita para destruir a vida do ex (que é tudo filha da puta, sempre, não importa a situação, muah) e ainda vai arranjar um passatempo: brincar de Deus com o destino amoroso do pobre coitado.

 

Ou seja, para qualquer complicação na vida, existe uma saída rápida, fácil e simples, a não ser é claro que vc tenha descoberto um tumor no cérebro ou que está com AIDS. Aí, realmente, eu diria que a vida é foda pra vc. Mas senão, meu bem, knock it off, pare de perder fios de cabelo por bobeiras, mantenha esse couro cabeludo inteiro e vai fazer uma hidratação que vc tá precisando.

 

Pra dar inspiração, imagens inpiradoras, espirituais e toda essa budega aí. Acende um incenso, se concentra nas imagens e pula na vida:

 

achei espirituoso e elevado!

 

Beijos,

Caio

3 Responses to “Sigam meu exemplo…”

  1. Camila Says:

    Ai que coisa hippie isso de carpe diem. QUERO VIVER CADA DIA DE UMA VEZ NAO, MEU NEGÓCIO SAO PLANOSH MELAMOR! Ja to me vendo na cadeira de rainha do mundo com 35 anos! Claro que a vida sempre vem foder comigo e cagar em cima dos meus planos, mas ao menos eu tenho um direcionamento MUAH!

  2. LUCAISH Says:

    AMAY CAIAN! TA RHYCO E PHYNO! POST DIGNO DE RETUITE E LIKE NO FACE RISOS

  3. minivaca Says:

    quem vê pensa

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: