Neu (?)

Gente, oi!

Tô com dor de cabeça de ressaca ainda, mesmo que a noitada destruidora da minha dignidade tenha sido no sábado. Tá, vá lá: não destrui a minha moral, não. A patota dessa vez decidiu ir numa tal de Neu, que por algum motivo bizarro desconhecido se pronuncia Nói (me falaram que é pq é em alemão, mas eu não engoli: não existe motivo praquele lugar ter um nome em alemão, a exceção do fato de que a balada é em Perdizes; e eu conheço um amigo judeu da faculdade que mora em Perdizes; e os alemãos fuderam com a vida dos judeus; e essa sequência encadeada de pensamentos não faz o menor sentido).

Anyways, a balada é nova e parece que pretende ser um novo Milo. Inclusive, me contaram que o DJ que estava tocando na Nói Neu, tocava no finado Milo-Garagem-Escrota. Eu, particularmente, nunca gostei daquele buraco que era o Milo: sempre achei muito over todo aquele clima de baladinha do Bronks. Depois, tudo aquilo foi invadido por um bando de emo que usava óculos sem lente para parecer cool. Foi aí que eu brochei e nunca mais apareci naquele bueiro.

Mas, voltando pra Nói Neu: a baladinha é legal, até. Bastante crua ainda. Eu gostei do clima de festinha em casa que eles quiseram dar pro local. A área externa é bem simples e bem bacana, a varandinha lá em cima com as cadeiras de praia é agradável e legalized.

Coisas que eu não gostei: vc tem que pagar tudo na hora. Não tem cartão, fichinha, nada. Vc chega na porta, já paga a entrada e, no bar, pra pegar a bebida, tem que pagar. Chato isso, gente, até pq vc tem que sacar dinheiro antes na festinha e ater o seu nível alcoólico àquela quantidade de dinheiro. Se quiser perder mais a diginidade e o dinheiro acabou, já era: vai ficar comportado na b- a-l-a-d-a. E outra: depois de seis catuabas, quem disse que eu conseguia contar o dinheiro pra dar pro moço do bar?! Não, sem condições. Outra coisa é a pixta de dança: ela é móito clara. É legalzinha, grandinha e arejada, mas a iluminação é péssima. Eles tem um mini-globo e umas luzinhas de Natal espalhadas pelos cantos da parede, o que deixa a dancefloor muito iluminada.

Mas o que foi bom mesmo foi o Disk Jóquei. Gente, o DJ mandou muito bem: nunca tinha ouvido nada parecido com o que ele tocou no Milo. O cara fez a baladinha de rock sem preconceitos, mandou músicas clichês como “Mr. Brightside”-  o que fez a galera ir ao delírio, óbêveo – , e surpreendeu com um flashback do Michael Jackson com direito a “Beat it”, “Thriller”, “Billie Jean” e um pouco de Jackson’s Five. O ponto alto na noite foi quando ele tocou Mika, gente: chórei.

Foi isso: bebemos, dançamos e rimos, as usual. Queria ter ido no Gambiarra ontem ,mas o Lucas não quis ir comigo. Okay, um dia eu vou, juro.

Beijos, mimosos.

Caio

3 Responses to “Neu (?)”

  1. lucas Says:

    NEU = NOVO em alemão
    pronuncia = NÓI

  2. minivaca Says:

    Eu sei, gentem, me explicaram isso no dia, mas mesmo assim, como disse; não vejo razão pra essa balada ter um nome em alemão! não tem sentido! nem cerveja alemã vende lá.

  3. lucas Says:

    fato
    whatever meu cu pra voce
    quarta agente se joga no gambiarra

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: